fbpx
E-mail marketing: o que fazer e o que evitar nesta estratégia

E-mail marketing: o que fazer e o que evitar nesta estratégia

Vou começar esse artigo de forma ousada: com uma aposta. Tenho certeza que você já comprou algum produto através de uma oferta via email marketing. Acertei? As probabilidades são altíssimas porque essa é uma das ferramentas mais poderosas do marketing digital.

Quando bem executada, essa estratégia pode aumentar significativamente a interação com o público, promover produtos ou serviços e, claro, aumentar as vendas. No entanto, há práticas recomendadas e erros comuns que devem ser evitados. A seguir, vou te contar mais sobre os principais deles. Confira!


O que fazer: práticas para investir agora!

1. Segmente suas listas de e-mail


Depois de captar os leads, você precisa segmentar a sua lista de e-mails para garantir o sucesso das campanhas. Enviar mensagens específicas para grupos distintos da sua base de contatos aumenta a relevância e a taxa de engajamento. Use dados demográficos, comportamento do consumidor e preferências dos assinantes para criar segmentações eficazes.

2. Personalize as mensagens


A personalização vai além da inclusão do nome do destinatário no email. Use outras informações sobre os seus contatos para criar mensagens que realmente se conectem com eles, como recomendações de produtos baseadas em compras anteriores ou conteúdos que estejam alinhados com os interesses do usuário.

3. Assuntos atraentes aumentam a taxa de cliques


A linha de assunto é a primeira impressão que o destinatário tem do seu e-mail marketing. Opte por frases claras, concisas e atraentes para aumentar a taxa de abertura. Teste diferentes abordagens e veja quais funcionam melhor para o seu público. Vale apostar em gatilhos mentais, como escassez e urgência, para atrair atenção.

4. Ofereça valor


Todos os e-mails enviados precisam oferecer algum tipo de valor para o destinatário. Caso contrário, eles se tornam irrelevantes. Pode ser em forma de descontos exclusivos, informações úteis, conteúdo educativo ou entretenimento. O objetivo é fazer com que seus assinantes se sintam recompensados por estarem na sua lista.

5. Sempre otimize o conteúdo para dispositivos móveis


Grande parte dos e-mails são abertos em dispositivos móveis, como os smartphones. Portanto, é essencial que os seus e-mails sejam responsivos e tenham uma boa aparência em qualquer tamanho de tela. Verifique se o layout, as imagens e os links funcionam bem tanto em desktop quanto em dispositivos móveis.

6. Realize testes A/B esporadicamente


Testar diferentes elementos dos seus e-mails, como linhas de assunto, chamadas para ação e layouts, é uma prática que pode fornecer insights valiosos sobre o que funciona melhor com o seu público. Utilize testes A/B para otimizar continuamente suas campanhas.


O que evitar se não quiser ir direto para o spam!

1. Nunca compre listas de e-mails


Essa é uma prática relativamente comum, mas péssima para a estratégia de e-mail marketing. Comprar listas de e-mails pode parecer uma maneira rápida de expandir seu alcance à princípio, mas na verdade resulta em baixa qualidade de leads e altas taxas de rejeição. Além disso, você corre o risco de violar regulamentos de proteção de dados, como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

2. Evite excessos


Ninguém gosta de receber dezenas de e-mails com a mesma oferta. Então, evite bombardear a caixa de entrada dos seus assinantes. Essa prática pode levar ao cancelamento de inscrições e aumentar as taxas de rejeição. Encontre um equilíbrio no número de emails que você envia. Teste diferentes frequências para determinar qual funciona melhor para o seu público.

3. Não ignore as métricas e o feedback


Monitorar as métricas das suas campanhas de e-mail marketing é essencial para entender o que está funcionando e o que não está. Faça uma análise detalhada das taxas de abertura, cliques, conversões e feedbacks dos assinantes para ajustar suas estratégias e melhorá-las.

4. Evite conteúdos irrelevantes


Enviar conteúdos que não são relevantes para o seu público pode diminuir o engajamento e aumentar a taxa de cancelamento de inscrições. Certifique-se de que suas mensagens estão alinhadas com os interesses e necessidades dos seus assinantes.


Para resumir esse papo, temos um veredito: apesar do surgimento de tantas novidades no mercado do marketing digital, o e-mail marketing continua sendo uma estratégia eficaz para se conectar com seu público e converter vendas.
Seguindo as práticas recomendadas e evitando os erros comuns, você pode criar campanhas que proporcionam valor real e constroem relacionamentos duradouros. Se o seu negócio estiver precisando de uma mãozinha para atingir os melhores resultados, fale com um dos nossos especialistas!

Redação AGX
Redação AGX
superplural.com

Somos um time apaixonado por Marketing Digital e Tecnologia. Estamos espalhados pelos continentes do mundo e unidos pela mesma paixão: partilhar conhecimento e levar negócios a um outro nível de resultados =)

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *